UMA ANÁLISE SOBRE A EFICÁCIA DO TRABALHO PRISIONAL COMO INSTRUMENTO DE RESSOCIALIZAÇÃO

Autores

  • MARIA CECÍLIA CAMPOS LUCENA FACULDADE DAMAS DA INSTRUÇÃO CRISTÃ

Resumo

O presente trabalho de conclusão de curso, retrata como estudo o trabalho como prisional à luz da Lei de Execução Penal, a Lei nº 7.210/84. Mais especificadamente como instrumento eficiente utilizado para reinseri-lo em sociedade. O processo de ressocialização assegura ao indivíduo retornar a sociedade conforme previsto em lei e prevenir o cometimento de novos crimes. Além do mais, diversos impactos sociais perpetuam no labor do preso durante o cumprimento da pena a contar de construção da dignidade, aperfeiçoamento na qualidade de vida da sua família, responsabilidade e redução dos índices de violência. Ao longo disso, foi exposto a historicidade da Lei de Execução Penal, os objetivos e o trabalho do preso da Lei de Execução Penal, a importância da participação da sociedade para o processo de reinserção social e os problemas do sistema penitenciário brasileiro. Além de exemplos positivos de egressos que conseguiram se reinserir no mercado de trabalho, empresas que utilizam a mão de obra carcerária e detentos que mudaram sua perspectiva de vida ao trabalharem durante o cumprimento da pena. Depois de todas as análises, comparações e a pesquisa de campo chegam-se à algumas soluções que serão pertinentes para o sistema carcerário brasileiro para que ressocialize mais do que prenda e com isso, o preso tenha uma nova chance para recomeçar.

Downloads

Publicado

2022-04-05

Como Citar

LUCENA, M. C. C. . (2022). UMA ANÁLISE SOBRE A EFICÁCIA DO TRABALHO PRISIONAL COMO INSTRUMENTO DE RESSOCIALIZAÇÃO. Portal De Trabalhos Acadêmicos, 6(2). Recuperado de https://revistas.faculdadedamas.edu.br/index.php/academico/article/view/2088

Edição

Seção

DIREITO