A PROPAGANDA COMO ARMA DE GUERRA: A ESTRATÉGIA DA POLÍTICA EXTERNA DOS ESTADOS UNIDOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA GUERRA AO TERROR NA SÍRIA.

Autores

  • TIAGO MENEZES SOARES FACULDADE DAMAS DA INSTRUÇÃO CRISTÃ

Resumo

Este estudo teve por objetivo analisar o papel da Propaganda de Guerra produzida pela mídia ocidental no que diz respeito à guerra na Síria, em curso desde 2011, no rastro das chamadas “primaveras árabes”. Para isso, foi realizada uma análise de discurso com base no método qualitativo, do Jornal The New York Times, já que ele se torna uma fonte primária de informações para outras mídias globais. Os resultados apontaram para uma cobertura global da guerra na Síria polarizada, alinhada com interesses políticos do governo norte americano. Como conclusão, observamos que a hegemonia dos conglomerados ocidentais midiáticos ou o fluxo dominante da mídia global ditou a pauta mundial sobre a crise na Síria, conduzindo a guerra de acordo com os interesses das partes envolvidas.

Downloads

Publicado

2022-04-05

Como Citar

SOARES, T. M. . (2022). A PROPAGANDA COMO ARMA DE GUERRA: A ESTRATÉGIA DA POLÍTICA EXTERNA DOS ESTADOS UNIDOS PARA A IMPLEMENTAÇÃO DA GUERRA AO TERROR NA SÍRIA . Portal De Trabalhos Acadêmicos, 6(2). Recuperado de https://revistas.faculdadedamas.edu.br/index.php/academico/article/view/2052

Edição

Seção

RELAÇÕES INTERNACIONAIS