A AGENDA 2030 DA ONU NO SERTÃO DO ARARIPE, PE: DESAFIOS RUMO À PROMOÇÃO DO TRABALHO DECENTE NA CADEIA PRODUTIVA DO GESSO

Autores

  • ANDERSON PATRICIO DA SILVA FACULDADE DAMAS DA INSTRUÇÃO CRISTÃ

Resumo

O intuito desta pesquisa é analisar, a partir dos objetivos gerais da Agenda 2030 da ONU, os principais desafios em relação à promoção de melhorias trabalhistas, justiça social e desenvolvimento sustentável no Polo Gesseiro da Região do Araripe, que abrange os municípios de Araripina, Bodocó, Ipubi, Ouricuri e Trindade, no estado de Pernambuco, no Nordeste do Brasil. Para inserir-se nesse contexto, a questão da sustentabilidade será abordada de modo a explicitar como o termo surge e o que promove e qual sua importância para mundo moderno, além de evidenciar seus três pilares fundamentais: Econômico, social e Ambiental, bem como teorias clássicas que auxiliam na fundamentação da questão. Mostra-se como é formada a Agenda 2030 da ONU, sua importância para todo o mundo na atualidade, abordando ainda mais o seu oitavo objetivo de desenvolvimento sustentável, ou ODS 08, onde busca-se a promoção de trabalho decente e o crescimento econômico. Além disso, a pesquisa busca conhecimento sobre o Polo Gesseiro do Araripe, sua abrangência, e os problemas que assolam uma das principais fontes de renda da população de tal região, o que motivou esta pesquisa. Também apresenta os compromissos assumidos pelo Brasil na construção de formas de trabalho digno. Conclui discutindo como essa agenda se torna uma importante referência quanto a promoção de desenvolvimento sustentável na cadeia do gesso, apontando alguns desafios e estratégias para a consolidação desses processos.

Downloads

Publicado

2022-04-05

Como Citar

SILVA, A. P. D. . (2022). A AGENDA 2030 DA ONU NO SERTÃO DO ARARIPE, PE: DESAFIOS RUMO À PROMOÇÃO DO TRABALHO DECENTE NA CADEIA PRODUTIVA DO GESSO. Portal De Trabalhos Acadêmicos, 6(2). Recuperado de https://revistas.faculdadedamas.edu.br/index.php/academico/article/view/2032

Edição

Seção

RELAÇÕES INTERNACIONAIS