LUZ: DESEMPENHO NA EMERGÊNCIA DE UM HOSPITAL NA CIDADE DO RECIFE-PE

Autores

  • KELLY DI PACE BEZERRA CAVALCANTI FACULDADE DAMAS DA INSTRUÇÃO CRISTÃ

Resumo

A permanência de um paciente em um hospital pode representar para ele uma agressão não apenas física, mas também mental. O fato de estar fora de seu espaço habitual, pela insegurança diante de seu diagnóstico, por depender de outras pessoas, pelo tempo indeterminado de internamento, entre outros fatores, pode ocasionar traumas e prejudicar sua recuperação. A arquitetura deve acompanhar a rápida evolução da medicina, desde às novidades terapêuticas aos novos equipamentos hospitalares, tornando este espaço complexo flexível, ergonômico e confortável aos usuários. Diante deste cenário, a iluminação hospitalar, importante instrumento para o arquiteto, proporciona conforto visual, contribuindo, deste modo, para aspectos fisiológicos, psicológicos e comportamentais. Dentro da complexidade da edificação hospitalar, a emergência é o primeiro local, na maioria das vezes, para atendimento do paciente. Com o objetivo de contribuir para o conforto visual de pacientes e usuários desse setor hospitalar, esta pesquisa tem como objetivos: quantificar a iluminação artificial gerada nos três setores da emergência do hospital, verificar se está atendendo às exigências das normas específicas. O método de abordagem é o hipotético-dedutivo e o método de procedimento é o estudo de caso das salas Amarela 1, Amarela 2 e Vermelha no setor da emergência do Hospital Pelópidas Silveira, localizado em Recife-PE. Foram realizadas as medições e análise quantitativa da iluminância artificial, de acordo com a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Os resultados encontrados identificaram que os níveis de iluminância artificial são insuficientes para as tarefas executadas nas salas

Downloads

Publicado

2022-03-24

Como Citar

CAVALCANTI, K. D. P. B. . (2022). LUZ: DESEMPENHO NA EMERGÊNCIA DE UM HOSPITAL NA CIDADE DO RECIFE-PE. Portal De Trabalhos Acadêmicos, 6(2). Recuperado de https://revistas.faculdadedamas.edu.br/index.php/academico/article/view/1959

Edição

Seção

ARQUITETURA E URBANISMO